GIULIETTO CHIESA

WWIII

CROATIAN  ENGLISH   ESPAÑOL  GREEK  NEDERLANDS  POLSKI  PORTUGUÊS EU   PORTUGUÊS BR  ROMANIAN  РУССКИЙ

What part will your country play in World War III?

By Larry Romanoff, May 27, 2021

 

The true origins of the two World Wars have been deleted from all our history books and replaced with mythology. Neither War was started (or desired) by Germany, but both at the instigation of a group of European Zionist Jews with the stated intent of the total destruction of Germany. The documentation is overwhelming and the evidence undeniable. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) (10) (11)

         Read More

BRUTALITY

BRUTALITY IN ACTION

AND NO ONE REACTS AGAINST AND OPPOSES IT!!!....

BRUTALIDADE EM ACÇÃO

E NINGUÉM REAJE CONTRA ELA E SE OPÕE!!!...

https://twitter.com/backtolife_2023/status/1589485984361873408?s=20&t=7vdffgzpUFi2yeU4FxCHng

 



FREE JULIAN ASSANGE

Monday, February 11, 2019

PT -- Manlio Dinucci -- A Arte da Guerra -- UCRÂNIA, A NATO NA CONSTITUIÇÃO


 

A Arte da Guerra
Ucrânia, a NATO na Constituição


No dia seguinte à assinatura do protocolo de adesão da Macedónia do Norte à NATO, como 30º membro, a Ucrânia efectuou um acto sem precedentes: incluiu na Constituição o compromisso de entrar oficialmente na NATO e, ao mesmo tempo, na União Europeia.

Em 7 de Fevereiro, por sugestão do Presidente Petro Poroshenko - o oligarca enriquecido com o saque de propriedades do Estado, que se recandidata à presidência - o parlamento de Kiev aprovou (com 334 votos contra 35 e 16 abstenções), neste sentido, as emendas da Constituição .

O Preâmbulo enuncia “o rumo irreversível da Ucrânia para a integração euro-atlântica”; os Artigos 85 e 116 decretam que a tarefa fundamental do Parlamento e do Governo é "obter a plena adesão da Ucrânia à NATO e à União Europeia”; o Artigo 102 estabelece que “o Presidente da Ucrânia é o responsável do curso estratégico do Estado para obter a adesão plena à NATO e à União Europeia”.

A inclusão na Constituição ucraniana do compromisso de entrar oficialmente na NATO, envolve consequências gravíssimas:

Ø  No plano interno, vincula a essa escolha o futuro da Ucrânia, excluindo qualquer alternativa e proíbe, efectivamente, qualquer partido ou pessoa que se oponha ao “curso estratégico do Estado”. Já hoje, a Comissão Eleitoral Central impede Petro Simonenko, membro do PC da Ucrânia, de participar nas eleições presidenciais de Março.

O mérito de ter introduzido na Constituição o compromisso de fazer entrar oficialmente a Ucrânia na NATO vai, em particular, para o Presidente do Parlamento, Andriy Parubiy[1].Co-fundador do Partido Nacional Socialista Ucraniano, em 1991, segundo o modelo do Partido Nacional Socialista de Adolf Hitler; chefe das formações paramilitares neonazis, usadas em 2014 no putsch da Piazza Maidan, sob orientação USA/NATO, e no massacre de Odessa[2];; Chefe do Conselho da Defesa e Segurança Nacional que, com o Batalhão Azov [3] e outras unidades neonazis, ataca civis ucranianos de nacionalidade russa, na parte oriental do país e com esquadrões violentos, efectua espancamentos ferozes, devastação de sedes de partidos políticos e queima de pilhas de livros em perfeito estilo nazi.

Ø  No plano internacional, deve ter-se em conta que a Ucrânia já está na NATO, da qual é um país parceiro: por exemplo, o batalhão Azov, cuja marca nazi é representada pelo emblema da SS Das Reich, foi transformado num regimento de operações especiais, dotado de veículos blindados e treinado por instrutores norte-americanos da 173ª Divisão Aerotransportada, transferidos de Vicenza (Itália) para a Ucrânia, apoiado por outros da NATO.

Visto que a Rússia é acusada pela NATO de ter anexado ilegalmente a Crimeia e de concretizar acções militares contra a Ucrânia, se ela entrasse oficialmente na NATO, os outros 30 membros da Aliança, de acordo com o Art. 5, deveriam “ajudar a parte atacada, iniciando a acção considerada necessária, incluindo o uso da força armada". Por outras palavras, eles deveriam travar uma guerra contra a Rússia.

Sobre estas implicações perigosas da modificação da Constituição ucraniana – por trás das quais existe, de certeza, a rapina dos estrategas USA/NATO - caiu sobre a Europa, o silêncio político e mediático.

Também está em silêncio, o Parlamento italiano que, em 2017, concordou com um memorando de entendimento com o Parlamento ucraniano, assinado por Laura Boldrini e Andriy Parubiy, reforçando a cooperação entre a República Italiana - a qual nasceu da Resistência contra o nazi-fascismo - e um regime que criou na Ucrânia, uma situação análoga àquela que levou ao advento do fascismo nos anos Vinte e do nazismo nos anos Trinta.


[1] “Quem são os nazis no governo ucraniano?”, Thierry Meyssan, Tradução Alva, Rede Voltaire, 5 de Março de 2014.
[2] « Crime à Odessa », par Thierry Meyssan, Réseau Voltaire, 6 mai 2014.

[3] « Des néonazis en Ukraine ? Si vous en doutiez encore…», Réseau Voltaire, 16 septembre 2014.

il manifesto, 12 de Fevereiro de 2019



CONVITE PARA A CONVENÇÃO INTERNACIONAL
DO 70º ANIVERSÁRIO DA NATO






NO WAR NO NATO
ASSINA ESTA PETIÇÃO
Manlio Dinucci
Geógrafo e geopolitólogo. Livros mais recentes: Laboratorio di geografia, Zanichelli 2014 ; Diario di viaggio, Zanichelli 2017 ; L’arte della guerra / Annali della strategia Usa/Nato 1990-2016, Zambon 2016, Guerra Nucleare. Il Giorno Prima 2017; Diario di guerra Asterios Editores 2018.

Tradutora: Maria Luísa de Vasconcellos

No comments:

Post a Comment

Note: Only a member of this blog may post a comment.

Manifestações

2007 Speech

UKRAINE ON FIRE

Discurso do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, na manhã do dia 24 de Fevereiro de 2022

Discurso do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, Tradução em português




Presidente da Rússia, Vladimir Putin: Cidadãos da Rússia, Amigos,

Considero ser necessário falar hoje, de novo, sobre os trágicos acontecimentos em Donbass e sobre os aspectos mais importantes de garantir a segurança da Rússia.

Começarei com o que disse no meu discurso de 21 de Fevereiro de 2022. Falei sobre as nossas maiores responsabilidades e preocupações e sobre as ameaças fundamentais que os irresponsáveis políticos ocidentais criaram à Rússia de forma continuada, com rudeza e sem cerimónias, de ano para ano. Refiro-me à expansão da NATO para Leste, que está a aproximar cada vez mais as suas infraestruturas militares da fronteira russa.

É um facto que, durante os últimos 30 anos, temos tentado pacientemente chegar a um acordo com os principais países NATO, relativamente aos princípios de uma segurança igual e indivisível, na Europa. Em resposta às nossas propostas, enfrentámos invariavelmente, ou engano cínico e mentiras, ou tentativas de pressão e de chantagem, enquanto a aliança do Atlântico Norte continuou a expandir-se, apesar dos nossos protestos e preocupações. A sua máquina militar está em movimento e, como disse, aproxima-se da nossa fronteira.

Porque é que isto está a acontecer? De onde veio esta forma insolente de falar que atinge o máximo do seu excepcionalismo, infalibilidade e permissividade? Qual é a explicação para esta atitude de desprezo e desdém pelos nossos interesses e exigências absolutamente legítimas?

Read more

ARRIVING IN CHINA

Ver a imagem de origem

APPEAL


APPEAL TO THE LEADERS OF THE NINE NUCLEAR WEAPONS' STATES

(China, France, India, Israel, North Korea, Pakistan, Russia, the United Kingdom and the United States)

中文 DEUTSCH ENGLISH FRANÇAIS ITALIAN PORTUGUESE RUSSIAN SPANISH ROMÂNA

manlio + maria

MOON OF SHANGHAI site

LR on CORONAVIRUS

LARRY ROMANOFF on CORONAVIRUS

Read more at Moon of Shanghai

World Intellectual Property Day (or Happy Birthday WIPO) - Spruson ...


Moon of Shanghai

L Romanoff

Larry Romanoff,

contributing author

to Cynthia McKinney's new COVID-19 anthology

'When China Sneezes'

When China Sneezes: From the Coronavirus Lockdown to the Global Politico-Economic Crisis

manlio

James Bacque

BYOBLU

irmãos de armas


Subtitled in PT, RO, SP

Click upon CC and choose your language.


manlio

VP




Before the Presidential Address to the Federal Assembly.



The President of Russia delivered
the Address to the Federal Assembly. The ceremony took
place at the Manezh Central Exhibition Hall.


January
15, 2020


vp

President of Russia Vladimir Putin:

Address to the Nation

Address to the Nation.

READ HERE


brics


Imagem

PT -- VLADIMIR PUTIN na Sessão plenária do Fórum Económico Oriental

Excertos da transcrição da sessão plenária do Fórum Económico Oriental

THE PUTIN INTERVIEWS


The Putin Interviews
by Oliver Stone (
FULL VIDEOS) EN/RU/SP/FR/IT/CH


http://tributetoapresident.blogspot.com/2018/07/the-putin-interviews-by-oliver-stone.html




TRIBUTE TO A PRESIDENT


NA PRMEIRA PESSOA

Um auto retrato surpreendentemente sincero do Presidente da Rússia, Vladimir Putin

CONTEÚDO

Prefácio

Personagens Principais em 'Na Primeira Pessoa'

Parte Um: O Filho

Parte Dois: O Estudante

Parte Três: O Estudante Universitário

Parte Quatro: O Jovem especialista

Parte Cinco: O Espia

Parte Seis: O Democrata

Parte Sete: O Burocrata

Parte Oito: O Homem de Família

Parte Nove: O Político

Apêndice: A Rússia na Viragem do Milénio


contaminação nos Açores



Subtitled in EN/PT

Click upon the small wheel at the right side of the video and choose your language.


convegno firenze 2019