GIULIETTO CHIESA

WWIII

CROATIAN  ENGLISH   ESPAÑOL  GREEK  NEDERLANDS  POLSKI  PORTUGUÊS EU   PORTUGUÊS BR  ROMANIAN  РУССКИЙ

What part will your country play in World War III?

By Larry Romanoff, May 27, 2021

 

The true origins of the two World Wars have been deleted from all our history books and replaced with mythology. Neither War was started (or desired) by Germany, but both at the instigation of a group of European Zionist Jews with the stated intent of the total destruction of Germany. The documentation is overwhelming and the evidence undeniable. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) (10) (11)

         Read More

BRUTALITY

BRUTALITY IN ACTION

AND NO ONE REACTS AGAINST AND OPPOSES IT!!!....

BRUTALIDADE EM ACÇÃO

E NINGUÉM REAJE CONTRA ELA E SE OPÕE!!!...

https://twitter.com/backtolife_2023/status/1589485984361873408?s=20&t=7vdffgzpUFi2yeU4FxCHng

 



Monday, March 16, 2020

PT/EN -- Comentários sobre “Guerra Biológica contra a China”


PT/EN -- Comentários sobre “Guerra Biológica contra a China”


12/3/2020, “OldMicrobiologist” “Comentário” de um leitor, à coluna do Saker, The Vineyard of the Saker (trad. em Blog Bacurau). Ver o original a seguir à esta tradução em PT

Tradução: Amigos do Brasil

Ver também
“Sobre aspectos militares da Guerra Biológica”
14/3/2020, The Saker, Unz Review [traduzido
(em breve) no Blog Bacurau Homenagem ao Filme
______________________________________________________

“(...) nem todos os agentes de guerra biológica são letais. De fato, os piores são não letais e consomem vastas quantidades de recursos para tratamento e na produtividade perdida. Mortes, na realidade, são mais baratas.

O que se sabe é que doença de alta transmissibilidade e baixa letalidade [e tratamento hospitalar longo] é perfeita para arruinar qualquer economia. Como diz o governo Trump, os EUA estão em guerra contra inimigos econômicos (atualmente, a China está no topo da lista), usando todas as armas possíveis. Combina perfeitamente no quadro geral, de liberação criminosa, do vírus.”
____________________________________________

Discordo do Saker, e aposto nisso meus dois tostões: é arma biológica. Não tenho prova alguma, além do que me dizem minhas tripas. Mas tenho 40 anos de experiência em pesquisa de biodefesa e trabalhei no Fort Detrich sobre vacinas bacterianas, onde desenvolvi minhas próprias rotas de infecção por aerossol e modelos multiespécies de patogênese para estabelecer correlatos de imunidade. Porque eu trabalhava sozinho, fazendo de tudo, inclusive cuidando dos animais, com exposição a aerossol, análise de amostras, necropsias e histopatologia etc., além de ter programas de pesquisa e áreas endêmicas, estudando a resposta imunopatológica em populações humanas, para estabelecer correlatos imunes de proteção a candidatos a vacina, tudo para o Biological Defense Research Program (BDRP).

Lembro os primeiros tempos, quando o Departamento de Segurança Interna [ing. Department of Homeland Security] foi erguido e recebeu a fatia do leão dos piores funcionários civis que não podiam ser demitidos sob as políticas da Overseas Press Midia Association, OPMA então vigentes. Fui levado para lá como especialista técnico, porque o dinheiro era muito curto e eu (e outros) fomos emprestados às pesquisas como prostitutas. É problema de funcionários públicos do qual pouco se fala. É impossível demiti-los e muitas vezes ascendem a postos nos quais podem causar grave dano. Mas apareceu uma oportunidade, quando agências do governo federal tiveram de fornecer braços para o novo Departamento de Segurança Interna (dado que não se criaram novos cargos, quando a agência foi montada, todo mundo teve de sacrificar o próprio pessoal).

Assim aconteceu que muitos, se não todos os funcionários mandados para o Departamento de Segurança Interna, eram os piores dos piores.

Mas os laboratórios do Departamento de Segurança Nacional (especificamente o National Biodefense Analysis and Countermeasures CenterNBACC, Centro Nacional de Análise e Contramedidas de Biodefesa) também incorporavam alguns microbiologistas nefastos que trabalhavam para a CIA (parte ostensiva do Departamento de Segurança Nacional). Dizer que o que vi ali me horrorizou é dizer pouco.



Tenho certeza de que o trabalho foi feito no Battle Memorial Institute em West Jefferson, Ohio, sob contrato com o Departamento de Segurança Nacional a serviço da CIA sob os auspícios do NBACC. Dado que eu me opunha muito vocalmente a todo aquele negócio, perdi o acesso privilegiado no Departamento de Segurança Nacional, mas o Departamento de Defesa prosseguiu no serviço imundo que eu denunciara como não só ilegal, mas também não ético. Estou aposentado desde então, agora há mais de dez anos, e afastado disso tudo. Não direi mais, porque há risco de eles virem à minha procura para se vingar. Mas, quem procurar com atenção ainda encontrará algumas referências a tudo isso na internet. Há algumas figuras por aí ainda muito indignadas, que alguém deveria dar-se o trabalho de investigar, para desenredar esse assunto. Mas nossos jornais e jornalistas já não fazem esse serviço; assim sendo é mínima a possibilidade de que a verdade venha à tona.

Isso posto, devo dizer que há alguns detalhes no caso do COVID-19 que me chamaram a atenção. Sim, pode ser alguma espécie infecciosa natural que teria saltado dos morcegos aos humanos com algum provável hospedeiro intermediário, sob condições de superpopulação em áreas restritas de habitats humanos pelo mundo. Seria realmente muito provável que tivesse acontecido assim, não fossem as diferentes cepas observadas. Essas diferentes cepas fazem crer, e não tenho motivo para duvidar dos chineses nesse ponto, que o vírus originou-se fora da China e é provável que tenha surgido nos EUA.

Se, de fato, há cinco cepas atualmente nos EUA, e só uma na China, o vírus deve ter permanecido algum tempo nos EUA, antes de aparecer na China. Provavelmente as primeiras mortes nos EUA foram atribuídas a outras doenças, como influenza; só uma amostragem retrospectiva pode determinar o que realmente aconteceu. Muito me interessaria fazer um rastreamento biológico combinado GPS-Molecular das cepas ao longo do tempo e nos diferentes locais. Também muito ajudaria fazer uma análise genética das cepas ao longo do tempo, o que pode ser feito facilmente em todas as cepas isoladas. Seria útil para conhecer o curso da doença ao longo do tempo, como parte de um estudo da história natural do vírus. Seria preciso ter acesso a todas as amostras de pulmão doente relacionado a morte dos últimos 12 meses, para garantir que se rastreariam todas as mortes potenciais. A chave para descobrir que dinheiro pagou por todo esse negócio imundo é o NBACC, Centro Nacional de Análise e Contramedidas de Biodefesa.

É possível que esse vírus tenha passado por mutações ao longo do tempo, para tornar-se mais agressivo. Cepas artificiais, em especial, são de modo geral instáveis, conforme avançam por vários hospedeiros. Minha experiência, de quando testava cepas para aferir patogênese e letalidade, ensina que é útil fazer uma cepa congelada isolada passar várias vezes por animal hospedeiro suscetível, até que alcance sua força máxima. Se se testa uma cepa de laboratório isolada (em geral congelada ou liofilizada), ela de modo geral é fraca, até que passe pelo menos três vezes por um modelo animal. As piores cepas nunca são recolhidas de amostras de laboratório, mas recuperadas de pessoas que morreram da doença.

Se gente como os Boltons e Pompeos – seres humanos malévolos, terríveis – consideraram que uma dessas cepas seria útil, é perfeitamente possível que tenham decidido ensinar aos chineses uma ‘boa lição’ de economia. São suficientemente idiotas para disparar um vírus contra o qual não têm contramedidas efetivas, mas todo esse governo parece constituído exclusivamente de perfeitos idiotas. E é fútil esperar, dessa gente, comportamento de seres humanos normais.

O vírus pode ter sido disparado durante os 7ºs Jogos Militares do International Military Sports Council, CISM, realizados em Wuhan entre os dias 18-27 de outubro de 2019, data que corresponde perfeitamente à escala de tempo das infecções que se veem hoje.

Muito interessante, também, participei, eu mesmo, em várias competições do CISM na Europa, como atleta esquiador (permaneci no serviço militar ativo por 26 anos) e conheço bem quem são os atletas. De modo geral, os melhores são atletas olímpicos de alto desempenho, que participam ostensivamente da Guarda Nacional de seus países, os quais pagam os custos de treinamento desses atletas por longos períodos de serviço militar, durante os quais o único serviço militar exigido deles é que treinem nas respectivas modalidades esportivas. Habituei-me ano após ano e perder para alguns desses superatletas e, em geral, conseguia um distante segundo lugar em esqui cross country. Também participei em competições de biatlon, e nossos soldados eram atletas de alto nível, porque eram realmente atletas olímpicos. Correm boatos de que a equipe dos EUA que participou dos jogos CISM-2019 era horrível, o que é muito atípico. E, sim, há quem coce a cabeça tentando entender quem seriam aqueles “atletas”.

Lembro bem da missão militar dos EUA no Brasil, para ajudar vítimas de inundação, serviço que, coincidentemente aconteceu ao mesmo tempo em que foram destruídas torres de transmissão de energia na Venezuela. Claro que, outra vez, acordaram uma ou duas ideias cá na minha cabeça, quando ouvi falar do vírus. E claro que seria oportunidade perfeita para disparar um vírus contra alguma população-alvo.

Gostaria também de acrescentar que nem todos os agentes de guerra biológica são letais. De fato, os piores são não letais e consomem vastas quantidades de recursos para tratamento e na produtividade perdida. Mortes, na realidade, são mais baratas.

Assim sendo, doença de alta transmissibilidade e baixa letalidade é perfeita para arruinar qualquer economia. Como diz o governo Trump, os EUA estão em guerra contra inimigos econômicos [nessa “4ª guerra mundial já em curso” [NTs]) (atualmente, a China está no topo da lista), usando todas as armas possíveis. Combina perfeitamente no quadro geral. E o fato de que há risco de se destruir a economia norte-americana é irônico.

Entendo que a resposta chinesa foi exatamente o que qualquer país teria de fazer se fosse atacada por arma biológica, o que explica muitas de suas ações. Não acredito em liberação acidental dos laboratórios BSL-4 em Wuhan. De fato, pode ter sido oportunidade irresistível similar à liberação suposta do Novichuk, a apenas 8km de distância dos laboratórios Porton Down (PDL, o Fort Detrich do Reino Unido). Interessante, a liberação potencial de dentro do PDL jamais apareceu como explicação lógica.

Seja como for, chama-me a atenção que a CIA parece ter desenvolvido um padrão, ao longo do tempo. Dado que estou seguindo os meus instintos, lanço aqui a ideia de que é possível a bioengenharia para um adenovírus com expressão c-fos e c-jun que causaria sarcomas. O estudo foi publicado todo no National Cancer Institute, localizado onde? Ora... em Fort Detrich. Tenho certeza de que não passa de coincidência. Posso até ouvir as gargalhadas da CIA enquanto planejavam essa operação e novas operações de coronavírus.

Avalio que tenham havido pelo menos dois ataques, sendo o segundo contra o Irã e talvez também contra a Coreia do Norte. Porém, contra a hipótese de que se trate de arma biológica: Rússia, Venezuela e Cuba estão sendo minimamente afetadas. Pode ser sinal de que esses países impuseram contramedidas efetivas ou de que os ataques falharam. Mas é inconsistente com o modo como a CIA opera.

O adenovírus é outro vírus similar ao coronavírus quanto ao uso, e é facilmente aerossolizado. Produzi meu próprio adenovírus para super expressão de tratamentos médicos para feridas infeccionadas. Será que só eu observei que muitos inimigos dos EUA morreram com sarcomas, particularmente na América do Sul? Meu ponto é que talvez essa coisa já estivesse andando há algum tempo, e com resultados bastante bons. Quer dizer, familiaridade gera desinteresse, e, conforme tenham acumulado mais experiência e começaram a pensar que seria boa ideia, não é absurdo supor que, sim, se trata de arma biológica. A evidência de que o Irã foi tão duramente atingido é mais um fator indicativo na mesma direção. Simplesmente é bom demais (para os imbecis que governam os EUA), para ser coincidência.

Tudo isso posto, ficamos com alguns interessantes problemas sobre esse vírus. Onde surgiu o paciente-zero, na China? A que resultados se chegará, se se proceder a um estudo de história natural, que correlacione, ao longo do tempo geolocalização, identidade da cepa, severidade da doença? Esse estudo será autorizado? Será proibido? Se for proibido, aí estará mais um motivo para suspeitar. O vírus continuará a mutar, e em que darão as mutações? Muito boas questões a examinar, só até aí, e muita gente trabalhará nisso durante anos.*******

 EN - original comment in English


I’ll throw my 2 cents in here. I have zero proof other than my gut feeling that this is a bioweapon. I do have 40 year of biodefense research experience behind me and worked at Fort Detrich on bacterial vaccines where I developed my own aerosol infection routes and developed multi-species models of pathogenesis to establish correlates of immunity. Because I was a one-stop shop doing everything including animal care, aerosol exposures, sample analysis, necropsy, and histopathology, etc. plus I had research programs in endemic areas studying the immunopathological response in human populations to establish immune correlates of protection for candidate vaccines all for the Biological Defense Research Program (BDRP).
I recall the early years when the Department of Homeland Security was stood up and they got the lion’s share of poorly performing ciivil servants un-fireable under the then OPMA policies. I was brought in as a technical expert as we were in dire straits for funding so I (and others) was lent out as a research prostitute. This is a little known problem with civil service employees. They are impossible to eliminate and generally rise to levels where they can cause the most damage. However, an opportunity arose whereby agencies in the Federal government had to contribute bodies to the new Department of Homeland Security (as no new vacancies were created when the agency was stood up meaning everyone had to sacrifice personnel) so most, if not all, employees sent to DHS were the worst of the worst. However, the DHS labs (specifically NBACC) also tied into some nefarious microbiologists working at the CIA (ostensibly part of DHS) and it is an understatement to say that what I saw being proposed horrified me. That work, I am certain was performed at Battle Memorial Institute in West Jefferson, Ohio under a DHS contract doing the work for the CIA under the auspices of NBACC. As I was very vocally opposed to this stuff I was removed from the secure access at DHS but not DoD to the offensive work which I had pointed out was not only illegal but unethical. I have since retired now more than 10 years and am far away from all of that. I won’t say more as they will reach out and seek retribution. But, if you look hard enough you can find still on the internet some references. There are some pissed off people out there should anyone care to actually do some leg work and try and figure this out. But, our news people no longer does this work so there is very little possibility of ever learning the truth.
However, that said, I notice some interesting things with COVID-19, that perked my ears up a bit. Yes, it could be a natural infection jumping species from bats to humans with a probable intermediate host, under conditions of human encroachment into world habitats. It is actually most likely to have been that, except for the strain differences being observed. That leads one to believe if it is in fact true, and I have no reason to doubt the Chinese on this, that it originated outside of China and it seems likely to have originated in the US. If, in fact, the US has 5 strains currently and China only one then it must have been percolating in the US for some time before it arose in China. Likely, deaths in the US were attributed to other diseases such as influenza and only retrospective sampling will determine this. It would be interesting to do a combination GPS-Molecular biology tracking of strains over time and distance. Also, a definite genetic analysis of strains over time would also be beneficial and can be done easily on every isolated strain. This would have value in attributing the course of the disease over time as part of a natural history study of the virus. We would need access to all samples of every lung disease related death for the past 12 months to be certain to track all potential deaths. NBACC is the key to figuring out what nefarious stuff was being funded.
It is possible that this virus has mutated over time to become more virulent. In particular engineered strains are generally unstable over multiple passages through multiple hosts. In my experience when testing strains for pathogenesis and lethality it is wise to first passage a frozen isolate several times through a susceptible animal host to regain full strength. If you test a lab isolate (usually frozen or lyophilized) generally it is wimpy unless you passage it at least 3 passages through an animal model. The worst strains are always those recovered from humans who died from the disease and not field collected strains. If this was perceived to be a useful agent from the likes of Bolton or Pompeo, who are terrible and evil people, then it is conceivable this was thought to teach the Chinese a lesson in economics. You have to be a complete idiot to release a virus for which you have no effective countermeasures but this administration seems to be filled with complete idiots. So, expecting normal behavior from these people is futile.
It could have been released during the 7th CISM military games held in Wuhan October 18-27, 2019 and that fits perfectly into the time scale for the actual infections. Now interestingly enough, I was a participant in several CISM competitions in Europe for skiing (I was on active duty for 26 years) so I am very well versed in who these athletes are. In general the best are Olympic competitors who are ostensibly part of the National Guard of their states who pay for their training by extended military active duty periods where their sole job is sports training. I used to lose every year to one of these guys and generally I placed a distant second place in cross country skiing. I also participated in the biathlon competitions and our soldiers were the very top level because they were in fact Olympic athletes. Rumor is that the US participants at CISM were atrocious which is very atypical so one wonders who these “athletes” were. I am reminded of the US military mission in Brazil to help flood victims which coincidentally was the exact same time that all the power transmission stations in Venezuela were destroyed. So, again a hackle or 2 rise when I heard about that. However, it is the perfect opportunity to release a virus on a target population.
I will also like to add that not all biological warfare agents are lethal. In fact, the worst are non-lethal as it consumes vast amounts of resources in treatment and lost productivity. Deaths are actually cheaper. So, a high communicability, low lethality disease is perfect for ruining an economy. As Trump’s administration claims they are waging war against economic enemies (currently China heads the list) using all possible actions. This fits perfectly into that; however, it may end up destroying the American economy which would be ironic.
I believe the Chinese response was exactly what a country would do if they were attacked with a bioweapon which explains a lot of their actions. I do not believe it was an accidental release from the BSL-4 labs in Wuhan. In fact, this may have been an irresistible opportunity similar to the alleged Novichuk release just 8 k away from Porton Down laboratories (the UK Fort Detrich). Interestingly, the potential release from PDL was never put forward as a logical explanation. Anyway, it sticks me that the CIA seems to have developed a pattern over time. As long as I am pushing my gut feelings I will throw out there the potential for a bioengineered adenovirus with c-fos and c-jun over expression which would cause sarcomas. That work was all published at the National Cancer Institute located where? Fort Detrich. I am certain it is just a coincidence. I can imagine the cackling going on at the CIA when planning this operation and again the coronavirus operation(s). I believe there were at least two attacks with Iran being the second and perhaps North Korea as well. However, evidence against it being a bioweapon is Russia, Venezuela, and Cuba are minimally affected. This could mean effective countermeasures or botched attacks. It is inconsistent though with the way the CIA operates.
Adenovirus is another virus similar to coronavirus in usage and easily aerosolized. I have made my own for over expression of medical treatments for wound infections. Has anyone other than myself noted that so many enemies of the US have died from sarcomas particularly in South America? My point is perhaps this stuff has been ongoing for quite some time and with some fairly good results. So, familiarity breeds contempt so as they gin more experience and begin to think this is good stuff, it is not out of the realm of possibility that this is in fact a bioweapon. That Iran was hit so hard is another hackle rising. It is just simply too good (for the idiots in the US government) to be a coincidence.
So, we are left with some interesting problems about this virus. Where was patient zero in China. What will be the results if a natural history study is conducted correlating geolocation, strain identity, severity of disease over time? Will that work be prevented? If so, that is yet another reason to be suspicious. Will it continue to mutate and what will be the outcome of this? Lots of good stuff to examine here and it will keep a lot of people busy for years.

No comments:

Post a Comment

Note: Only a member of this blog may post a comment.

Manifestações

2007 Speech

UKRAINE ON FIRE

Discurso do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, na manhã do dia 24 de Fevereiro de 2022

Discurso do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, Tradução em português




Presidente da Rússia, Vladimir Putin: Cidadãos da Rússia, Amigos,

Considero ser necessário falar hoje, de novo, sobre os trágicos acontecimentos em Donbass e sobre os aspectos mais importantes de garantir a segurança da Rússia.

Começarei com o que disse no meu discurso de 21 de Fevereiro de 2022. Falei sobre as nossas maiores responsabilidades e preocupações e sobre as ameaças fundamentais que os irresponsáveis políticos ocidentais criaram à Rússia de forma continuada, com rudeza e sem cerimónias, de ano para ano. Refiro-me à expansão da NATO para Leste, que está a aproximar cada vez mais as suas infraestruturas militares da fronteira russa.

É um facto que, durante os últimos 30 anos, temos tentado pacientemente chegar a um acordo com os principais países NATO, relativamente aos princípios de uma segurança igual e indivisível, na Europa. Em resposta às nossas propostas, enfrentámos invariavelmente, ou engano cínico e mentiras, ou tentativas de pressão e de chantagem, enquanto a aliança do Atlântico Norte continuou a expandir-se, apesar dos nossos protestos e preocupações. A sua máquina militar está em movimento e, como disse, aproxima-se da nossa fronteira.

Porque é que isto está a acontecer? De onde veio esta forma insolente de falar que atinge o máximo do seu excepcionalismo, infalibilidade e permissividade? Qual é a explicação para esta atitude de desprezo e desdém pelos nossos interesses e exigências absolutamente legítimas?

Read more

ARRIVING IN CHINA

Ver a imagem de origem

APPEAL


APPEAL TO THE LEADERS OF THE NINE NUCLEAR WEAPONS' STATES

(China, France, India, Israel, North Korea, Pakistan, Russia, the United Kingdom and the United States)

中文 DEUTSCH ENGLISH FRANÇAIS ITALIAN PORTUGUESE RUSSIAN SPANISH ROMÂNA

manlio + maria

MOON OF SHANGHAI site

LR on CORONAVIRUS

LARRY ROMANOFF on CORONAVIRUS

Read more at Moon of Shanghai

World Intellectual Property Day (or Happy Birthday WIPO) - Spruson ...


Moon of Shanghai

L Romanoff

Larry Romanoff,

contributing author

to Cynthia McKinney's new COVID-19 anthology

'When China Sneezes'

When China Sneezes: From the Coronavirus Lockdown to the Global Politico-Economic Crisis

manlio

James Bacque

BYOBLU

irmãos de armas


Subtitled in PT, RO, SP

Click upon CC and choose your language.


manlio

VP




Before the Presidential Address to the Federal Assembly.



The President of Russia delivered
the Address to the Federal Assembly. The ceremony took
place at the Manezh Central Exhibition Hall.


January
15, 2020


vp

President of Russia Vladimir Putin:

Address to the Nation

Address to the Nation.

READ HERE


brics


Imagem

PT -- VLADIMIR PUTIN na Sessão plenária do Fórum Económico Oriental

Excertos da transcrição da sessão plenária do Fórum Económico Oriental

THE PUTIN INTERVIEWS


The Putin Interviews
by Oliver Stone (
FULL VIDEOS) EN/RU/SP/FR/IT/CH


http://tributetoapresident.blogspot.com/2018/07/the-putin-interviews-by-oliver-stone.html




TRIBUTE TO A PRESIDENT


NA PRMEIRA PESSOA

Um auto retrato surpreendentemente sincero do Presidente da Rússia, Vladimir Putin

CONTEÚDO

Prefácio

Personagens Principais em 'Na Primeira Pessoa'

Parte Um: O Filho

Parte Dois: O Estudante

Parte Três: O Estudante Universitário

Parte Quatro: O Jovem especialista

Parte Cinco: O Espia

Parte Seis: O Democrata

Parte Sete: O Burocrata

Parte Oito: O Homem de Família

Parte Nove: O Político

Apêndice: A Rússia na Viragem do Milénio


contaminação nos Açores



Subtitled in EN/PT

Click upon the small wheel at the right side of the video and choose your language.


convegno firenze 2019